"Um MIX de soluções para seu evento"     comercial@mixpalestras.com.br


Ademir da Guia

São Paulo/SP


Ademir da Guia

Ex-Jogador de Futebol, considerado pela torcida e pela imprensa o maior ídolo da história do Palmeiras. Foi titular absoluto por mais de 16 anos, na época da chamada Academia, onde era o craque e a figura central.


Vídeos



Ademir Ferreira da Guia é ex-futebolista, considerado pela torcida e pela imprensa o maior ídolo da história do Palmeiras, no qual foi titular absoluto por mais de dezesseis anos, durante a época da chamada "Academia", onde era o craque e a figura central.

 

É o jogador que mais vezes vestiu a camisa alviverde em todos os tempos: 902 jogos. É também classificado pela crítica especializada como um dos melhores jogadores do futebol brasileiro de todos os tempos. Pela classe com que jogava, herdou parte do apelido de seu pai, Domingos da Guia, o "Divino Mestre" e passou a ser chamado de "Divino".

 

Também é tido como um dos craques mais injustiçados da história do futebol brasileiro, pois durante toda a sua longa carreira, foi convocado apenas 14 vezes para a Seleção e disputou apenas uma partida em Copas do Mundo, a de 1974, quando o Brasil já estava desclassificado, na disputa pelo 3º lugar contra a Polônia, tendo ainda assim sido substituído no intervalo por Mirandinha.

 

Graças a Ademir e aos demais jogadores da Academia, o Palmeiras foi um dos únicos times brasileiros a fazer frente ao Santos de Pelé. Durante a passagem do "Divino" pelo alviverde, o clube paulistano foi pentacampeão brasileiro. Também se não fosse o Palmeiras, o Santos teria sido campeão paulista onze vezes seguidas.

 

Anos depois de ter encerrado a carreira como desportista, Ademir da Guia foi vereador da cidade São Paulo em 2004. Concorreu, sem sucesso, a uma vaga de deputado estadual nas eleições em São Paulo em 2014 pelo Partido Republicano Progressista.

 

 

Títulos pelo Palmeiras


* Campeonato Paulista (5 vezes): 1963, 1966, 1972, 1974 e 1976;

* Campeonato Brasileiro (5 vezes): 1967, 1967, 1969, 1972 e 1973;
* Troféu Ramón de Carranza (3 vezes): 1969, 1974 e 1975;
* Torneio Rio-São Paulo: 1965.

 

04/2022



Cotar Profissional  
Mande-nos uma Mensagem