Selecione o Profissional
 

Toni Garrido

TEMAS:


Antônio Bento da Silva Filho, mais conhecido pelo seu nome artístico Toni Garrido, é Cantor, Compositor, Ator e Apresentador. É o vocalista da banda de reggae Cidade Negra.

 

Toni começou a tocar violão e cantar durante encontros de jovens na igreja, e devido à aceitação e liberdade para se expressar, descobriu que queria trabalhar com música. Iniciou no mundo da música como vocalista da extinta Banda Bel, onde chegou a emplacar o sucesso "Romário", também em homenagem ao artilheiro. Em 1994, durante o período em que o então vocalista do Cidade Negra, Rás Bernardo, saiu do grupo, foi convidado para substituí-lo. A partir de sua entrada, a banda encaminhou para um perfil melodicamente mais pop e dançante, mas sem fugir ao universo do reggae. Conclusão: fez do CD "Sobre Todas as Forças" campeão de vendas, atingindo 800 mil cópias, estourando músicas como "Aonde Você Mora", "Pensamento" e "Doutor".

 

Toni continuou se destacando a frente do Cidade Negra e no disco "O Erê", lançado em 1996, emplacou o CD Duplo de Platina, onde o público descobriu pérolas como "Firmamento", "Realidade Virtual" e "O Erê". Dois anos depois, foi lançado o CD Quanto Mais Curtido Melhor, e Toni começou a se dedicar também ao cinema, sua segunda paixão. Em 1999, atuou como ator no filme "Orfeu", de Cacá Diegues, além de ter cantado na trilha. Outra canção que merece destaque é "Solteiro no Rio de Janeiro", da trilha sonora do filme "Como ser Solteiro", sua primeira aparição solo. Em 2000, foi à Europa para o lançamento de "Dubs", o primeiro lançado fora do Brasil, um acontecimento histórico na nossa música que, juntamente com o álbum "Hits", vendeu mais de 300 mil cópias. Em 2002, comemorando 15 anos de carreira, a banda lançou o Acústico MTV, com participação de Gilberto Gil na releitura de "Extra", tendo duas inéditas: "Berlim" e "Girassol".

 

Toni apresentou, ao lado de Angélica, o programa Fama, na Globo. Após esse período, além de cantor, ator e apresentador, também trabalhou para aventurar-se na direção de um filme. Em 2007, foi convidado para participar do CD e DVD Roupacústico II do sexteto carioca Roupa Nova. Toni fez dueto com o Roupa Nova na canção Sensual, dividindo os vocais com Ricardo Feghali. Em 2008, Toni deixou o Cidade Negra para se dedicar à carreira solo, retornando a banda entre o final de 2010 e o início de 2011.

 

Em 2018, ao lado do baixista de Nando Reis, Felipe Cambraia e do saxofonista George Israel (ex-Kid Abelha), criou o grupo Black Carlos, que toca versões de canções da dupla Roberto e Erasmo Carlos nos estilos funk e soul. No mesmo ano, Toni iniciou a turnê do espetáculo "Noites de Orfeu", que segundo ele é a realização de um desejo antigo de contar a história da amizade e parceria entre Tom Jobim e Vinicius de Moraes, que se conheceram para criar o musical "Orfeu da Conceição", que deu origem ao filme "Orfeu Negro" e que inspirou o diretor "Cacá Diegues" a produzir o filme "Orfeu", do qual Toni foi protagonista. Com esse espetáculo, Toni surpreendeu o público cantando clássicos da Bossa Nova e a canção emblemática tema do filme que encanta o público até hoje nas rádios, uma composição de Caetano Veloso: a música "Sou Você".

 

Realiza trabalhos como Mestre de Cerimônias.

 

12/2019


Outros Palestrantes do mesmo tema


Serviços
  • Clique aqui se você é um Palestrante e deseja participar do casting da Mix Palestras.
  • Clique aqui para obter uma proposta ou contratar um palestrante
Contato
  • twitter:
    @mixpalestras
  • Mande-nos uma Mensagem