Selecione o Profissional
 

Luiz Felipe Scolari

Luiz Felipe Scolari

TEMAS:


Luiz Felipe Scolari iniciou no futebol profissional aos 19 anos, como zagueiro do Aymoré, de São Leopoldo. Demonstrando uma liderança nata, logo assumiu como capitão da equipe. Em 73, foi para o Caxias, onde jogou por 6 anos. Luiz Felipe é o recordista de jogos do clube.


Neste período, ele fez a Faculdade de Educação Física em Porto Alegre com especialização em futebol e vôlei. Depois de jogar no Novo Hamburgo e Juventude, encerrou a carreira aos 32 anos no CSA de Maceió. Mesmo clube onde iniciou a carreira de técnico de futebol.


Depois Luis Felipe assumiu o sub 20 do Juventude. Numa excursão do profissional para a Coréia e Oriente Médio, o técnico Daltro Menezes com problemas de saúde não pode viajar. Luiz Felipe o substituiu e comandou a equipe. Foram 7 vitórias em 7 jogos.  No retorno ao Brasil, indicado pelo Flávio Murtosa, preparador físico do Brasil de Pelotas, Luiz Felipe assumiu o time no Campeonato Gaucho 1983. Logo na primeira competição levou o Brasil a final. Como havia deixado boa impressão na Arábia Saudita, os dirigentes do Al Shabab de Riyad, o contrataram. Logo na primeira temporada foi vice-campeão. Retornou ao Brasil após 3 anos e retornou ao Juventude. Durante o Campeonato Gaucho 1987, foi convidado e assumiu o Grêmio.  Assim conquistou seu primeiro título.


Com início da década de 90, começaram as conquistas do técnico Scolari. No Kuwait em 1990, venceu a Copa do País pelo Al Qadsia, e a Copa do Golfo pela seleção do país. No Brasil, foi campeão 3 vezes da Copa do Brasil e 2 vezes da Libertadores. O trabalho a longo prazo começou a caracterizar sua carreira. Foram 3 anos e meio no Grêmio e 6 títulos. No Palmeiras, 3 anos de trabalho e 4 títulos. Disputou 5 Libertadores, e chegou à 3 finais e 1 semifinal. Foi eleito por 200 jornalistas sulamericanos numa pesquisa do jornal "El País" do Uruguai, como melhor técnico sul-americano em 99. Assumiu em 12 de junho de 2001 a Seleção Brasileira. Conquistou a Copa do Mundo de 2002 com 100% de aproveitamento. Foi o 16o título conquistado em 26 finais disputadas.


Em janeiro de 2003, assumiu a Seleção Portuguesa. Depois de 1 ano e meio de preparação, levou Portugal a final inédita da Eurocopa, onde conquistou o vice campeonato. Nas eliminatórias europeias para a Copa da Alemanha, conseguiu a classificação antecipada e invicto. Na Copa do Mundo, levou Portugal entre os 4 melhores. Renovado o contrato até o Euro 2008 na Áustria-Suiça, classificou Portugal até as 4as de final. Em julho, Scolari voltou a trabalhar em clube. Contratado pelo FC Chelsea, ficou 7 meses. Em julho deste ano, convidado pelo Bunyodkor do Uzbequistão, aceitou desenvolver o projeto e assinou por 18 meses. Conquistou o título da Liga Uzbeque invicto. Foram 27 vitórias e 3 empates em 30 rodadas. Em 2010, retornou ao futebol brasileiro assumindo novamente o Palmeiras.


No segundo ano de trabalho, conquistou sua 4a Copa do Brasil colocando o Palmeiras na Copa Libertadores. Assumiu a seleção brasileira em 29 de novembro de 2012 para comandar na Copa das Confederações 2013 e Copa do Mundo 2014.


Felipão é um vencedor. Sua carreira profissional recheada de títulos comprova isso.


Conheça a história da determinação, perseverança e superação de Luiz Felipe Scolari e sua trajetória de vitórias e conquistas!


Temas das Palestras



 * ATOS QUE GERAM FATOS;


 * A importância de ter o objetivo definido e claro para o grupo;


 * A importância de definir a responsabilidade de cada um no grupo;


 * A importância da disciplina, dedicação, lealdade e responsabilidade;


 * A importância de se conhecer o potencial de cada um no grupo;


 * A importância de ter prazer no que está fazendo;


 * Como formar um grupo de trabalho;


 * Como evitar que as individualidades e vaidades prejudiquem o grupo;


 * Como manter o grupo motivado;


 * Como recuperar a motivação após um fracasso;


 * Como cobrar e valorizar o grupo;


 * Um líder pode fazer uma equipe campeã?;


 * Qual o papel do líder na escolha, no treinamento, no desenvolvimento e na motivação de equipes;


 * Existe um estilo ideal de liderança? Ou depende da maturidade e dos objetivos?;


 * Até que ponto um líder poder virar o resultado de um jogo?;


 * Como lidar com conflitos, estrelismos, pressões, e diferenças individuais nas equipes.




Outros Palestrantes do mesmo tema


Serviços
  • Clique aqui se você é um Palestrante e deseja participar do casting da Mix Palestras.
  • Clique aqui para obter uma proposta ou contratar um palestrante
Contato