Selecione o Profissional
 

Abel Braga

TEMAS:


Abel Carlos da Silva Braga, mais conhecido apenas como Abel Braga, é  ex-futebolista que atuou como zagueiro e atual treinador de futebol.


Começou no Fluminense em 1968, sendo integrado ao elenco profissional em 1971, ano em que conquistou seu primeiro título de campeão carioca, repetindo este feito em 1973, 1975 e 1976 pelo Fluminense.


Em 1973, foi emprestado ao Figueirense para disputar o Campeonato Brasileiro daquele ano, tendo atuado em 18 partidas pelo clube catarinense e marcado um gol.


Em 1977 se transferiu para o Vasco da Gama, onde sagrou-se campeão carioca novamente, em 1977. Foi pelo clube de São Januário que Abelão, como também ficou conhecido, firmou-se como titular, já que no Fluminense geralmente era reserva (voltando a ser titular da Seleção Brasileira, na época comandada pelo técnico Cláudio Coutinho).


Três anos após a sua chegada ao Vasco da Gama, ele transferiu-se para o exterior. Paris foi seu destino, para defender o Paris Saint-Germain. Permaneceu na França entre os anos de 1978 e 1980, tendo disputado 45 partidas e marcado nove gols, até regressar ao Brasil para jogar pelo Cruzeiro, em 1981, e depois pelo Botafogo, de 1983 a 1984.


Em 1985 foi contratado pelo Goytacaz, onde, no mesmo ano, encerrou a carreira.


Pela Seleção Brasileira atuou em cinco partidas e pertenceu ao elenco da Copa do Mundo de 1978. Sua primeira partida foi em 1971 na vitória por 1 a 0 contra o Peru, e sua última partida foi em 1978, em um empate por 2 a 2 contra a Seleção Gaúcha.


A sua carreira como treinador começou no mesmo clube onde ele encerrou a carreira de jogador, o Goytacaz. Formou-se em Educação Física e, no ano seguinte, foi para Portugal treinar o Rio Ave, regressando ao Brasil em 1987 onde treinou o Galicia/BA para depois assumir o comando da equipe do Botafogo, onde já havia trabalhado como jogador. Foi curta a sua passagem pelo alvinegro carioca e, no mesmo ano, seguiu para Recife para treinar o Santa Cruz.


Após cinco anos em Portugal, o treinador voltou ao Brasil em 1995, para assumir o Vasco da Gama, clube onde jogou por três anos. Mas sua carreira como treinador do clube carioca não durou tanto tempo e após apenas dois meses como treinador, foi demitido. Em seguida, novamente assumiu o comando do Internacional.


Em 2006 Abel voltou a Porto Alegre para assumir mais uma vez o comando do Sport Club Internacional. Esta passagem tornou-se a mais vitoriosa dele em todos os clubes. O começo não foi feliz e, no primeiro trimestre, acabou perdendo o título do Campeonato Gaúcho de Futebol, após dois empates com o Grêmio, mas foi mantido pela diretoria para a disputa da Taça Libertadores que já estava a decorrer. A confiança foi retribuída e Abel conduziu o Internacional ao seu primeiro título da competição intercontinental, após uma final disputada com o então campeão do mundo São Paulo. O título garantiu a presença do Internacional no Campeonato Mundial de Clubes da FIFA, em dezembro daquele ano. Abel não perdeu a oportunidade e conquistou o título mundial após derrotar o Barcelona na final, por 1 a 0, com gol de Adriano Gabiru. No Campeonato Brasileiro, Abel levou o Internacional à 2ª posição.


Logo após retornar do mundo árabe, iniciou sua trajetória no Fluminense enviando, inicialmente, seu auxiliar técnico Leomir de Souza, ex-jogador do próprio clube das Laranjeiras e campeão brasileiro de 1984 com toda a equipe. Leomir, em sua primeira partida, ganhou do Cruzeiro por 2 a 1, com dois gols de Rafael Moura. Abel então estreou no jogo contra o Corinthians, sendo que ele perdeu o primeiro jogo dele em sua volta. A campanha do Fluminense foi boa e assim terminou na 3ª colocação do campeonato nacional.


Logo no ano seguinte, seu time ganhou quase todos os campeonatos que disputou: Taça Guanabara, Torneio Luiz Penido, Campeonato Carioca e, por fim, Abel ganhou o único título que faltava em sua carreira: o Campeonato Brasileiro. Este título foi conquistado com 3 rodadas de antecipação, em um jogo em Presidente Prudente. O Fluminense chegou a fazer 2 a 0 diante do Palmeiras antes de ceder o empate que perduraria até os 43 minutos do segundo tempo. O placar final foi 3 a 2, com dois gols de Fred e um gol contra de Maurício Ramos.



Temas das Palestras


* Competitividade;

* Esporte;

* Motivação;

* Resultados;

* Superação de desafios;

* Trabalho em Equipe / Disciplina;
* Treinamento.


Outros Palestrantes do mesmo tema


Serviços
  • Clique aqui se você é um Palestrante e deseja participar do casting da Mix Palestras.
  • Clique aqui para obter uma proposta ou contratar um palestrante
Contato